Cirurgia de Hérnias da Parede Abdominal e Região Inguinal

O que é uma Hérnia

Uma hérnia é uma fraqueza ou ruptura nos músculos abdominais ou no diafragma que permite que órgãos, como intestinos ou tecidos gordurosos, se estendam pela área enfraquecida. Isso pode causar uma protuberância perceptível sob a pele ou sintomas de dor ou desconforto, preocupações estéticas e problemas intestinais.

Os sintomas podem piorar ao permanecer em pé por longos períodos ou sobrecarregar os músculos abdominais, como ao levantar objetos pesados.

O que causa uma hérnia?

Muitas hérnias são resultado de um defeito ou fraqueza na parede abdominal que estava presente no nascimento. A área pode ser ainda mais enfraquecida pela idade, lesão, gravidez, ganho de peso e, principalmente, por uma incisão cirúrgica anterior.

Embora algumas hérnias sejam mais comuns nos homens, elas podem se desenvolver em qualquer pessoa.
Os fatores de risco para hérnia incluem:

  • Tosse Crônica;
  • Fumar;
  • Obesidade;
  • História de família;
  • Nascimento prematuro
  • Esticar ao levantar objetos pesados;
  • Esforço durante evacuações ou micção;
  • Gravidez;
  • Certos medicamentos, como esteróides.

Como Posso Saber se Estou com Hérnia?

Pense em uma hérnia como uma protuberância em um pneu. A parede externa do pneu é como a sua parede abdominal. O tubo interno do pneu é como o seu intestino. Na maioria das vezes, a parede externa do pneu é forte o suficiente para segurar o tubo interno, mas se a parede enfraquecer, poderá ocorrer uma protuberância.

Isso é semelhante ao modo como uma hérnia pode se formar na parede abdominal ou na virilha. Muitas hérnias apresentam sintomas. Muitas vezes, no entanto, uma hérnia pode não ser percebida até que seu médico a descubra durante um exame médico. Os sintomas que as pessoas costumam relatar incluem:

  • Uma protuberância ou inchaço na região da virilha ou no abdômen ou no umbigo;
  • Desconforto na virilha ou no abdômen, a qualquer momento ou especialmente após trabalhar, forçar, levantar ou inclinar-se - qualquer atividade que aumente a pressão no abdômen;
  • Sensação de queimação, dor ou borbulhante na virilha ou na parede abdominal;
  • Pressão na parede abdominal ou na virilha.

O Que Devo Fazer se Achar que Tenho Hérnia?

Se você tiver algum sintoma de hérnia ou estiver preocupado com o fato de ter um, consulte seu médico de cuidados primários. Depois de ouvir sua história e sintomas, ele pode decidir se você precisa fazer algum teste ou se precisa consultar um cirurgião.

Os sintomas de uma hérnia geralmente pioram com o tempo, mas às vezes a hérnia não apresenta sintomas até ficar presa. Uma hérnia presa ou "encarcerada" pode se tornar uma emergência e não deve ser ignorada.

Hérnias em Geral

As hérnias são geralmente consideradas como uma fraqueza, defeito ou “buraco” na parede abdominal ou outra estrutura através da qual tecidos ou órgãos podem se mover fora de sua localização normal.

Cada hérnia e seu tratamento deve ser individualizado de acordo com sua localização, conteúdo, idade e status médico do paciente, bem como os sintomas que podem estar causando (incluindo dor ou problemas intestinais) e uma avaliação médica do risco da hérnia para o paciente e os riscos da cirurgia para o reparo a hérnia.

Os principais motivos para reparar uma hérnia em um adulto são que elas não se curam ou se reparam, tendem a aumentar com o tempo, muitas vezes ficam doloridas ou desenvolvem outros problemas, e os tecidos ou órgãos empurrados pela hérnia podem ficar presos e exigir uma cirurgia de emergência. Todas essas considerações, especialmente a última, devem ser avaliadas e discutidas com seu cirurgião.

Hérnia Ventral Abdominal

As hérnias ventrais ou abdominais ocorrem quando o intestino ou outros conteúdos abdominais empurram uma fraqueza ou "buraco" na parede abdominal. Se a protuberância ocorrer na área de uma incisão cirúrgica anterior, essas hérnias são chamadas de hérnias incisionais. A área de qualquer abertura cirúrgica sempre permanecerá um pouco enfraquecida ao longo da vida de uma pessoa.

As hérnias podem se desenvolver nessas incisões durante as semanas, meses ou até anos após a operação inicial. Existem muitos fatores que podem afetar a formação de uma hérnia incisional, incluindo tabagismo, excesso de peso, outros problemas médicos e a genética de uma pessoa que determina o tipo de tecido de cura que o paciente forma naturalmente após uma incisão cirúrgica.

Hérnia Inguinal

Uma hérnia inguinal é o tipo mais comum de hérnia - cerca de dois por cento de todos os homens desenvolverão esse tipo de hérnia durante a vida. Elas ocorrem em mulheres também, mas não com tanta frequência. Essas hérnias tendem a se formar na área onde os vasos sanguíneos dos testículos se movem através da parede abdominal dos homens ou nas mulheres onde um ligamento pequeno do útero se liga.

Essa área é uma área persistente de fraqueza potencial ao longo da vida de alguém. As hérnias inguinais também podem surgir ao lado dessa área, no assoalho da virilha. A localização exata da hérnia não afeta como o reparo é realizado. A cirurgia para reparar os dois tipos é muito semelhante.

Hérnia Umbilical

Uma hérnia umbilical ocorre na área naturalmente enfraquecida do umbigo, onde o cordão umbilical foi preso quando criança. Quando vistas em bebês ou crianças pequenas, essas hérnias freqüentemente diminuem por conta própria à medida que a criança envelhece. Nos adultos, essas hérnias não se fecham sozinhas e a única maneira de tratá-las é através de cirurgia.

fonte: CeQOL (Carolinas Equation for Quality of Life)

Consultório Moinhos

Av. Mostardeiro, 5 · Sala 1009
Moinhos de Vento
Porto Alegre · RS

51 985 712 011 51 3211 2117 VER MAPA

Consultório Menino Deus

Av. José de Alencar, 286
Hospital Mãe de Deus
Ambulatório de Especialidades
Menino Deus
Porto Alegre · RS

51 3230 6992 VER MAPA

Agendamento

Norberto Martins - Doctoralia.com.br